Home  /  Marketing   /  10 dicas para vender mais na Black Friday 2019

10 dicas para vender mais na Black Friday 2019

Matéria atualizada no dia 22 de novembro de 2019

A Black Friday é uma data que gera muito movimento tanto nas lojas físicas, quanto nas virtuais. Só no ano passado, os e-commerces venderam R$2,6 bilhões, o que representou um aumento de 23% em relação a 2017, segundo dados da pesquisa da Ebit|Nielsen. Os números foram tão bons em 2018, que mais de 96% das lojas virtuais fizeram promoções, que resultaram na média de 22 pedidos por segundo e mais de 3 milhões de encomendas em apenas 41 horas. 

Para 2019 o cenário deve permanecer positivo de acordo com outra pesquisa da Ebit|Nielsen. Ela prevê que no dia 29 de novembro, os consumidores vão injetar em torno de R$ 3,07 bilhões na economia do País. Além disso, a Black Friday de 2019 será a data comemorativa com maior ticket médio do ano, com previsão de gasto de R$608 por brasileiro.

Para ajudar a sua marca a vender mais nesta Black Friday, preparamos 10 dicas de sucesso. Preparado para alcançar os melhores resultados com a Mais Clicks?

1) Invista em campanhas voltadas para o mobile

Não é de hoje que se sabe que o celular e as redes sociais são grandes influenciadores na hora de pesquisar e comprar produtos. Segundo uma pesquisa feita pela CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) junto o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), 6 a cada 10 compras são influenciadas por tecnologias digitais, como os smartphones. 

Por isso, se você ainda não pensa em mobile first, vale a pena começar a fazer campanhas e publicações impulsionadas antes e durante a Black Friday com imagens leves e que se adaptem a tela do celular. Porque quanto melhor for a experiência de buscas, mais fácil será a hora de efetuar a compra no dia da ação. 

Também fique atento ao desempenho da sua loja virtual em termos de velocidade, afinal 4 em 10 pessoas saem de um site se o mesmo demora mais de 3 segundos para carregar. Velocidade é tudo hoje em dia. 

2) Faça promoções reais

Diferente da Black Friday original dos Estados Unidos, que acontece depois do feriado de Ação de Graças e tem boa fama entre os consumidores, a Black Friday brasileira ainda muito conhecida pelos consumidores como Black Fraude. Isso ocorre porque muitas marcas tem o costume de aumentar os preços antes do mês de novembro, e quando a data da promoção se aproxima, passam a oferecer descontos nos produtos mais buscados ou apenas dão descontos tão baixos que chegam a serem insignificantes. 

Então seja sincero com o seu comprador e dê apenas descontos que realmente façam diferença na compra.

Depois que você determinar o que vai oferecer na Black, faça seu plano de marketing digital e veja em quais plataformas as promoções serão veiculadas. 

E lembre-se que a Black Friday tem o objetivo de ser muito agressiva, por isso deve ter descontos diferentes do que são visto em outras datas comemorativas. Invista pesado em promoções para conquistar seus compradores, afinal a concorrência não vai pegar leve.  

3) Faça o acompanhamento constante das vendas e campanhas de mídia

Antes de estruturar as campanhas de mídia dos seus clientes, identifique as plataformas que vão gerar maior conversão, depois foque apenas nelas, fique atento em qual campanha está convertendo melhor e quais são os produtos preferidos dos seus clientes. 

Direcione budget para as campanhas que estão convertendo melhor. Os números das suas campanhas ficarão melhor e aumentando, consequentemente, o faturamento dos seus clientes.

Se você tem um e-commerce dê atenção para essas métricas: número de visitantes, taxas de conversão, leads, vendas, o custo de aquisição de clientes (CAC), abandono de carrinho, ticket médio, número de visitantes, etc. 

4) Aposte em campanhas específicas para a Black Friday no Google

É importante criar campanhas novas na rede de pesquisa com os termos sazonais relacionados a seus produtos e serviços. Por exemplo: se você vende roupas, seus clientes poderão procurar ‘roupas black Friday’, ‘sapatos black Friday’ ou até mesmo mais específico, procurando exatamente o produto que quer (‘saia preta black Friday’).

É essencial imprimir suas buscas ‘comprando’ palavras voltadas para este período.

5) Google Shopping – Um aliado na hora de vender

O  valor do clique para Google Shopping é, em média, menor do que campanhas de texto no Search. Por isso, aproveite o Google Shopping para suas campanhas de Black Friday para os clientes de e-commerce de todos os segmentos. Destaque seus produtos, suas características e seus preços. 

6) Capriche nos seus anúncios

Quer vender mais na Black Friday mesmo? Capriche no conteúdo dos seus anúncios. Use CTAs simples e visíveis, evite botões pequenos e nunca redimensione um anúncio para caber no mobile. Além disso, preste atenção nas especificações técnicas, como quantidade de caracteres na imagem e quantidade de texto limite. 

Aposte em palavras ‘comerciais’ e que remetam a urgência, como ‘compre agora’, ‘aproveite já’ e ‘corra para aproveitar as últimas horas’.

7) Aposte no E-mail Marketing

Outra sugestão para vender mais é apostar na sua base de clientes. Sua empresa pode promover engajamento entre os usuários mais fiéis através do e-mail marketing. Ofereça conteúdo de qualidade aos seus assinantes e comunicando ofertas exclusivas. 

Antes da Black Friday prepare listas de remarketing com grupos que já visitaram o seu site, compraram na sua loja e mostraram interesse em determinado produto. Se possível, envie emails com pré-ofertas para despertar o interesse e também com lembretes da chegada da data.



8) Incentive as listas de desejo

Para conhecer melhor seus clientes, incentive a criação de listas de produtos desejados. Nesta semana da Black Friday, verifique os produtos mais presente nas listas e ofereça melhores descontos nestes produtos no seu comércio eletrônico.

E atenção para os produtos mais desejados da Black 2019. De acordo com o estudo encomendado pela In Loco para a MindMiners, 36% dos consumidores pretendem comprar roupas e celulares, 27% buscam novos sapatos e 26% desejam comprar um livro. Completam a lista os produtos de beleza e informática (24%), eletrodomésticos (22%) e TVs (21%). Se a sua loja vende algum dos produtos acima, dê bastante destaque para eles no seu site.

9) Fique atento a hospedagem do e-commerce

Nesta semana voltada para vender mais, naturalmente o acesso dos sites dos seus clientes aumentará consideravelmente. Por isso, confira se o plano de hospedagem suportará este grande aumento no número de visitantes. O e-commerce deve estar funcionando bem o tempo inteiro, sem links quebrados e/ou imagens que não carregam. Fique atento, especialmente, ao sistema de compras do site.

10) Implemente um contador de Tempo

Seus clientes tendem a realizar uma compra quando tem pouco tempo de decisão. Por isso, use o tão famoso ‘Gatilho da escassez’! Essa é uma estratégia que você pode utilizar nesta Black Friday, uma vez que o ponto alto das vendas é na própria sexta-feira. Use um contador de tempo na home do e-commerce e nas redes sociais dos seus clientes.

Dica extra:

Não adianta fazer todas as ações acima se não cuidar do atendimento do consumidor. Por isso, se liga nos itens abaixo:

  • Verifique seu estoque de produtos;
  • Se os produtos acabarem, tire-os do site e das campanhas o mais rápido possível; 
  • Prepare pessoas para atender e tirar dúvidas dos consumidores durante as 24 horas ou por quanto tempo durar a sua promoção, tanto no ambiente online (redes sociais e site), quanto no offline (telefone e lojas físicas).

Para mais dicas para a Black Friday, fique de olho no Blog da Mais Clicks e nas nossas redes sociais: Facebook e Instagram.

Fontes utilizadas nesta matéria: RD Station, Prepara-se para a Black, Preços e estratégias para a Black e Propmark

Luis Felipe Checchia: paulistano, apaixonado por leitura, tecnologia e esportes. Possui experiência em grandes redações jornalísticas, como Rede Record e TV Cultura, É um dos integrantes do time de Conteúdo da Mais Clicks, produzindo conteúdos para blogs, sites, redes sociais e campanhas de mídia.