Home  /  Marketing   /  Investimento em Mídia Digital alcança 16 bilhões em 2018

Investimento em Mídia Digital alcança 16 bilhões em 2018

A edição deste ano inclui mais de 70 empresas respondentes – entre veículos, anunciantes e agências. Elas foram entrevistadas diretamente pela Ilumeo, cujos dados foram utilizados para mensurar a segmentação dos investimentos. Reunimos os dados mais relevantes do estudo para entender ponto a ponto o investimento realizado na mídia digital no Brasil! Vamos conferir?

A pesquisa Adspend 2019, realizada pelo IAB Brasil, mostra que em 2018 o investimento em mídia digital chegou a mais de R$16 bilhões. Os números mostram que o meio digital se consolidou em representatividade, respondendo por um terço investimento em publicidade no nosso país. Embora seja um alto volume, o digital no País ainda tem uma participação percentualmente inferior ao dos EUA (39%) e abaixo do Reino Unido, onde é responsável por mais da metade das verbas publicitárias (52%).

Digital x offline

Ter uma presença digital é essencial quando se deseja atingir o público alvo que está nas redes sociais, sites, blogs e usando os navegadores para realizar buscas diariamente. Apesar dessa necessidade, o investimento em mídias digitais ficou com apenas 33% do total do valor da publicidade feito em 2018. Apesar dessa porcentagem de investimento não representar nem metade do total feito pela publicidade, ele mostra uma evolução na área do digital, afinal as aplicações feitas nos últimos anos aumentaram significativamente. Foram de R$ 11,8 bilhões em 2016 para R$ 14,8 bilhões em 2017, atingindo R$16 bilhões no ano passado. A tendência do mercado é que a compra de mídia online alcance 40% em 2019. .

Quando falamos sobre mídia offline, vemos que mesmo com a popularidade da TV aberta tendo caído bastante nos últimos tempos, principalmente entre o público mais jovem que prefere usar plataformas de vídeos de streaming, ela permanece sendo a mídia, que mais recebe verba de investidores. O investimento em TV alcança 58,3% da fatia em 2018, de acordo com a pesquisa feita pelo Cenp meios (Conselho Executivo das Normas-Padrão) deste ano.

A pesquisa também mostrou que o rádio, cujo o consumo equivale a 89% dos brasileiros segundo dados do Kantar Ibope Media, ficou apenas com 4% do investido. Já os canais de TV por assinatura com 7,4% e OOH – mídia exterior com 8,4% do total dos investimentos no offline.

Investimento no digital: Mobile x Desktop

A pesquisa “Digital AdSpend 2019” apontou a consolidação do mobile como a plataforma digital preferida pelos anunciantes. Em 2018, o mobile ficou com 67% das verbas investidas no digital, ou seja, duas vezes mais do que o que foi direcionado para o desktop. O investimento em mobile no Brasil já ultrapassou os EUA, país no qual mais da metade das verbas de comunicação no ambiente digital já vai para esses dispositivos desde 2016.

Este dado evidencia a importância de realizar anúncios e postagens mais inclusivas para os smartphones. Segundo o IAB, um dos motivos para este investimento é o tempo gasto pelo usuário no acesso à internet via celulares. E o segundo está relacionado pela grande disponibilidade de formatos e possibilidades que a publicidade oferece no meio.

O restante da fatia dos investimentos no digital, isto é, 33% ficou com destinado para os desktops e tablets.

Performance x Branding

Quem aí não quer que as vendas aumentem e alcancem a cada vez mais usuários? Pensando e vivendo diariamente essa importância, o mercado publicitário investiu 54% na mídia de performance, que busca conversão, no ano de 2018. O investimento em Branding ficou com os outros 46% restantes. Isso mostrou a importância de anunciar com foco no reconhecimento e construção de marca, e indicou um caminho para colocar um fim ao estigma de que o digital serve apenas para performance.

Principais formatos de Mídia

Acompanhando as tendências de marketing, o vídeo e o display foram os formatos mais utilizados pelas campanhas de mídia. O vídeo, que foi dividido entre in-stream e outstream/in-feed, ficou com 38% do investimento. Já o display, dividido entre banner, rich media, native e outros, chegou ao patamar de 34% dos valores. O estudo indica que o sucesso do uso do vídeo está ligado ao ritmo acelerado de consumo. Esse tipo de estilo atrai a nova geração de brasileiros que vê tudo pelo smartphone.

Além disso, o gráfico de divisão de investimentos foi completado pelos formatos search, com 18% e outros com 10%. Essa última categoria contempla os comparadores de preço, classificados, influenciadores.

Redes Sociais que ganharam mais atenção dos investidores

No ambiente das redes sociais, as plataformas que mais receberam investimento no digital foram: Facebook 47%, Youtube 26% e Instagram 19%. O Linkedin e Twitter ficaram com cerca de 8% do investimento em 2018.

Ainda de acordo com a pesquisa, quando se fala em investimento marketing digital 2019, a estimativa é que os valores totais ficarão em torno de R$20 bilhões, isto é, 30% a mais do que foi feito no ano passado. Mas, enquanto o ano não termina, é importante aproveitamos todas as oportunidades que aparecerem no digital e trabalhar bastante para que se mercado se torne cada mais importante.

Se você quiser acompanhar outras novidades do mercado, não deixe de nos seguir nas redes sociais e ler as nossas matérias do blog.

Rebecca Vettore nasceu em São Paulo e, desde criança, já sabia que queria ser jornalista. Passou pelas redações da Rede Internacional de Televisão (RIT), Rede Bandeirantes (Band) Olhar Digital, Vix e a agência Idealista. Atualmente ela faz parte do time de conteúdo da Mais Clicks e faz conteúdos para blogs, sites e mídias sociais. Graduação: Centro Universitário Anhanguera Hobbys: Leitura, fotografia e ciclismo